quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Ultimamente tem sido difícil pensar, quem dirá escrever...
A minha paz foi passear e certamente se perdeu por aí, as minhas lágrimas, que eu não via a tempos, elas resolveram aparecer, e outras coisas, coisas que eu nunca tinha visto. Nem tão boas.
Não dá pra olhar muito pra frente, é tudo embaçado. Olhar pra trás eu não quero de jeito nenhum, e pros lados... se olhar pros lados eu vejo as minhas ancas, presente que ganhei depois de tanto tempo vegetando. E talvez volte a vegetar.

A gente sempre precisa achar uma fonte de força... tá! A gente não, EU PRECISO, mas no momento eu não vejo nada, não gosto de obrigações, mas elas, de certa forma, são uma fonte, unindo o útil ao agradável. E tem algumas que, por mais que tu queira por perto, não dá. Tão complicado falar disso que eu nem quero.

Mais complicado é ter que sorrir enquanto chora por dentro, e não saber como se encontrar em si mesma. Eu mudei muito nesse ano que passou, infelizmente, porque as mudanças não foram boas.
Eu não tenho mais o que dizer, até isso mudou também... porque?

Nenhum comentário:

Postar um comentário