segunda-feira, 26 de maio de 2014

Tá, eu admito que chorei com aquela foto e antes disso chorei algumas vezes só de falar, de lembrar... principalmente de imaginar. Mas o problema foi quando as coisas vieram a acontecer, e não só aquilo que eu queria, mas também o que temia...
Nem sei se temia, acho que eram coisas que não fiz nunca questão de supor.
Mas nem por fazer ou não questão, tu não entra numa coisa pra te afundar... tu é burro o bastante pra achar que vão ser mil maravilhas e, pra ser sincera, até são, mas não duram mais que... sei lá, bota aí uns seis meses. Mistura um pouco de cegueira, insistência e mexe bastante.
Boa sorte!

Nenhum comentário:

Postar um comentário