domingo, 24 de julho de 2016

Enviar logo antes que delete...

...
Eu não tenho o sorriso mais perfeito - não mesmo -, ou algum dom que me diferencie das pessoas demais... minha vida é bagunçada mesmo, entre um desânimo e outro, saudades de casa, crises existenciais...
Se nem sei onde eu ando, como posso esperar que alguém descubra? Não queria isso mesmo, acho que sonho em buscar algo em conjunto.

Eu sei de todas as minhas influências torcidas, mas é impossível que não haja alguém com vontades semelhantes. Que eu fosse a motivação de uma busca, que eu fosse só alguma parte boa, eu não quero ser tudo, porque tudo eu não sou nem de mim.

Sempre há uma distância. Porque as pessoas conseguem me tocar mas eu não as toco?
Eu sinto tantas coisas... quantos anos de investimento pra haver uma reciprocidade?
Será que com amor isso vem de graça? E quando é que vem essa bosta?!

Ninguém tá mesmo muito afim de descobrir, é tão confortável ficar sozinho no seu mundo blindado, não?!
Não mesmo, mas uma andorinha só, não faz verão... ou enfia a vírgula onde lhe convir.

Vou buscar ou meu nas coisas, buscar em mim... deve ser o que faço há anos e não dá certo, mas ao menos tô mais esclarecida. Em algum tempo eu faço verão, ou descubro de vez que a vida solitária é um inverno bem rigoroso, sem café com leite e sem um pé quente debaixo da coberta.
Já me diziam desde criança que eu nasci sozinha e que deveria depender menos dos outros... voilà!

Só queria não sentir mais, porque ser número ímpar e primo é uma merda. Bjs.

Nicest Thing

All I know is that you're so nice
You're the nicest thing I've seen
I wish that we could give it a go
See if we could be something

I wish I was your favourite girl
I wish you thought I was the reason you are in the world
I wish my smile was your favourite kind of smile
I wish the way that I dress was your favourite kind of style

I wish you couldn't figure me out
But you'd always wanna know what I was about
I wish you'd hold my hand when I was upset
I wish you'd never forget the look on my face when we first met

I wish you had a favourite beauty spot that you loved secretly
'Cause it was on a hidden bit that nobody else could see
Basically, I wish that you loved me
I wish that you needed me
I wish that you knew when I said two sugars, actually I meant three

I wish that without me your heart would break
Yeah, I wish that without me you'd be
Spending the rest of your nights awake
I wish that without me you couldn't eat
Yeah, I wish I was the last thing on your mind before you went to sleep

Look, all I know is that
You're the nicest thing I've ever seen
And I wish we could see if we could be something
Yeah, I wish we could see if we could be something...

https://youtu.be/VmT9jNashAg

Timidez

''— E você, por que desvia o olhar?

(Porque eu tenho medo de altura. Tenho medo de cair para dentro de você. Há nos seus olhos castanhos certos desenhos que me lembram montanhas, cordilheiras vistas do alto, em miniatura. Então, eu desvio os meus olhos para amarra-los em qualquer pedra no chão e me salvar do amor. Mas, hoje, não encontraram pedra. Encontraram flor. E eu me agarrei às pétalas o mais que pude, sem sequer perceber que estava plantada num desses abismos, dentro dos seus olhos.)

— Ah. Porque eu sou tímida.''

Rita

(não justificado por motivos de... celular)

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Pra começar, eu queria dizer que o Google enrola demais pra fazer essa troca de contas e isso somado ao meu péssimo aparelho de Netbook, quase me fez desistir de escrever... como se... bom, enfim.

?

Não sei há quanto tempo eu não tento escrever, mas minha única preocupação é que me faça entender quando resolver ler isso de novo, será?
Será que eu posso mudar tanto em poucos anos a ponto de não lembrar das minhas próprias metáforas? Eu sempre digo que os anos não fazem tanta diferença, mas sim a fase...
Por exemplo, um jovem de 20 anos seria pedófilo se namorasse uma criança de 10 anos de idade, mas tudo bem se um casal de 40 e 50 quiser se relacionar. O que cria essa diferença, é a fase da vida. E aí, eu penso: qual será a minha próxima fase? Será que eu ainda posso me tornar como algumas pessoas que eu critico, ou será que daqui uns anos eu vou criticar quem eu sou hoje?
Cara... é tanta coisa!

Parece fácil ter 21 anos, mas a transição é longuíssima - como diria meu amigo Marcelo - e muito complexa, poxa.
Não vou usar a minha história como referência, mas do que eu imagino de um jovem hoje com 16 anos, saindo do ensino médio. Tem gente que não perdeu nem a virgindade - e tudo bem sobre isso -, sabe o dicionário de inglês de trás pra frente, mas não sabe se expressar, não sabe quem ele é porque foi criado sob expectativas dos pais, ou sob expectativas dos colegas, ou, ou... alguma expectativa errada que não liberou o pintinho do ovo - tô falando do sujeito -, mas o cara tem que saber o que ele quer exercer pro resto da vida dele, naquele momento ali. Nem termina o ensino médio, já cola no vestibular e por aí vai, no fluxo, empurrado.
3 anos de 5, o cara já descobriu que não é aquilo que ele quer, mas po, mais da metade, bora! 4 anos de 5: se eu parar agora, meu pai me mata! O coitado vai lá e se forma, pode ser até que seja um bom profissional, mas será que ele faz com amor? Bom, o pai quer ver o retorno do investimento que ele fez, e agora?

Depois de 5 anos de faculdade, imagino que o cara só queira esquecer isso por um tempo, dificilmente vai engatar naquela que ele queria mesmo, aquela que ia realizar.
Então tá, segura a profissão bosta. Surge uma namorada que ajuda a segurar as pontas. 1 ano, 3 anos, o namoro já tá meio merda, mas né, abandonar o bote agora e começar do zero... de repente, a namorada fica grávida, uau!
Adeus sonho de trocar de emprego, viajar pra não sei onde, morar num trailer... olá fraldas, mamadeiras e leite em pó. SE FODEU!

Pra mim é isso. E parece fácil...
Essa história tem várias versões, na verdade, mas a vida de cada um se dá de uma forma, a gente é tipo aquele jogo Tetris, cada fato é uma peça que se encaixa na história, e essa história gera uma personalidade que somos nós. Cada um tem a sua e não cabe ao amigo dizer que "1 + 1 =2".

E eu vou publicar porque ninguém acessa essa birosca mesmo.


*ADICIONAR PALAVRA DE IMPACTO!*

6h05 de uma noite que começou mal e termina melhor. Falei com pessoas do passado, criei possibilidades e tomara que eu as realize.